Montagem dos pratos: isso faz a diferença?

Posted on Posted in Se meu cardapio falasse

A montagem de um prato pode não ser o fator essencial, à primeira vista, em um restaurante ou qualquer outro estabelecimento, mas que isso faz a diferença, é incontestável! Receber na mesa um prato que salta aos olhos com certeza aguça ainda mais a fome e, principalmente, a vontade.

A boa apresentação é um ótimo marketing! A criatividade e habilidade na cozinha devem ser refletidas na apresentação dos pratos. E, para isso, três variáveis se destacam:

1º A preparação apropriada dos alimentos, que é o único elemento controlado pelo chef, diretamente relacionado com sua habilidade, e portanto o mais importante. Se os alimentos não são preparados corretamente, não haverá como fazer uma boa apresentação.

2º Os equipamentos, que é o elemento menos importante mas pode ajudar a tornar a apresentação satisfatória.

3º O prato escolhido para a montagem, que vai emoldurar a produção do chef, e é relativamente controlado por ele.

O princípio básico da decoração é a busca da harmonia entre os elementos que irão compor o prato. Tais elementos devem ser distribuídos de forma que o prato possa ser comparado a uma aquarela ou a uma pintura em tela. Um conjunto de formas, cores e texturas diferentes que sejam capazes de impressionar.

Lembre-se de que o objetivo é apresentar os alimentos de uma forma que seja capaz de aguçar o desejo de consumi-los.

Fonte: https://alquimiadacozinha.blogspot.com.br/2016/04/tecnicas-e- finalizacoes-
de-pratos.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *