Harmonização das cervejas

Posted on Posted in Bebidas & Cia

Com as cervejas artesanais em alta, com sabores frutados, torrados e/ou
caramelizados, muitas pessoas se perguntam com qual tipo de prato elas podem
harmonizar.

Engana-se quem pensa que só os vinhos que harmonizam bem. Um jantar a dois
com uma cerveja é bem diferente e pode ser inesquecível, isso porque a cerveja
possui diversas características que a torna única. Para se ter uma ideia, a
carbonatação das cervejas é responsável por limpar as papilas gustativas, e com
isso, acentuar os sabores. Enquanto o Lúpulo, característico pelo amargor, torna-se
um estimulante do apetite e reduz a camada de gordura que fica na boca.

Para que a harmonização não sobreponha aos ingredientes presentes na receita e
nem as características da cerveja, ela deve ser pensada de três formas:

1º Corte: Quando os elementos da cerveja cortam a gordura do alimento, limpando
a boca para a próxima garfada.

2º Contraste: Quando as características diferentes entre o prato e a cerveja acabam
por valorizar a ambos.

3º Semelhança: Quando prato e cerveja possuem elementos sensoriais que se
assemelham e agregam sensações aos dois.

Listamos algumas dicas de harmonização para você:

– Cervejas leves acompanham pratos leves, enquanto cervejas mais fortes e
encorpadas acompanham pratos mais pesados e gordurosos.

– Use a região a seu favor. Geralmente as cervejas e comidas originárias da
mesma região, funcionam muito bem juntas.

– Quanto mais escura a comida, mais escura deve ser a cerveja.

– Quanto mais picante for a comida, mais lupulada e amarga deve ser a
cerveja.

– Se for servir mais de uma cerveja, sempre comece pelas mais leves em
sabores e graduação alcoólica. Isso para não sobrepor o sabor uma sobre as
outras e evitar que as pessoas tenham sensação de pesadas e sonolentas.

Fonte: http://www.brejas.com.br/harmonizacao-cerveja.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *