A história do Whisky

Posted on Posted in Bebidas & Cia

A primeira evidência por escrito, datada no século XV na Escócia, menciona um
pedido do rei, em 1494, de grande quantidade de malte para fabricar quinhentas
garrafas de “Aqua Vitae”, que traduzido do latim para o português, significa “Água
da Vida” e em Escocês Gaélico, “Uisge Beatha” do qual se deriva a palavra Whisky.

O primeiro Whisky era uma bebida bastante revigorante, pois era destilada por
monges e com maturação nunca permitida, o que fazia a bebida ser muito rústica.
Por ser misturada com ervas, era principalmente usada como medicamento no
tratamento das mais variadas doenças, desde a varíola até a paralisia.
Mais tarde, chega Henrique VIII que fecha os mosteiros e afasta os monges, com
isso a produção de Whisky trilhou seu caminho para as casas e chácaras de
escoceses comuns.

Com o tempo, as destilarias caseiras foram refinando o processo de fabricação e
descobriram que a bebida também poderia ser usada como uma experiência
prazerosa, seja para relaxar, comemorar ou anteceder as refeições, fazendo com
que ganhassem as prateleiras dos mercados em toda a região. Entretanto, a bebida
não possuía consistência, o que fazia com que seu paladar fosse totalmente
alterado de um dia para o outro. Tentando solucionar esse problema, a fabricação
foi ganhando estudos e técnicas até se tornar profissional, carregando nomes e
marcas historicamente conhecidas e movimentando a economia, servindo até
mesmo como moeda de troca.

Fonte: https://www.johnniewalker.com/pt-br/informacoes- sobre-whisky/a- historia-do-
whisky/
http://www.cladowhisky.com.br/artigo.php?recordID=1&artigo=Hist%F3ria%20do%20Whisky

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *